Para entrar em contato com um dos idealizadores do Projeto Beagle, mande uma mensagem para um dos números ao lado ou por alguma rede social ;D 

 (17) 99662 - 6168     MARYANNA 

 (17) 99187 - 0032     IZABELLA

 (17) 98157 - 6880     GABRIEL

© 2018 por Projeto Beagle. Orgulhosamente criado com Wix.com

Dando nome aos bois: Você sabe o que é EVO-DEVO?

  Um simples passeio feito com atenção, em qualquer local com um mínimo de natureza, já é suficiente para nos fazer notar a imensidão de formas, cores e texturas que existem nos seres vivos. As listras das zebras, as asas das aves e dos morcegos, o formato engraçado do nariz de algum animal...

  Entender tanto as diferenças, quanto com as semelhanças entre os seres vivos alimenta uma busca por respostas que parece não ter fim, e essa curiosidade movimenta o mundo da ciência há vários anos. A partir do momento em que se passou a questionar se as formas viventes eram realmente estáticas e imutáveis, como se acreditava anteriormente, a ciência têm feito inúmeras descobertas, e, após os famosos trabalhos de Lamarck, Wallace e Darwin, que buscavam compreender como as espécies existentes surgiram e evoluíram nesse mundo, a curiosidade a respeito do tema só aumentou. A união dos conhecimentos adquiridos por meio da síntese da Teoria da Seleção Natural e o surgimento da Genética permitiram enorme avanço no que diz respeito a entender como a evolução ocorre. A princípio, as pesquisas que objetivaram responder essas questões começaram com simples observações, e, foi assim que pesquisadores acabaram por descobrir que, apesar das diferenças quando adultos, muitos organismos compartilhavam semelhanças morfológicas durante o desenvolvimento embrionário.

Nathalia Rossigali

  A embriologia possibilitou que compreendêssemos que a vida é iniciada a partir de um pequeno conjunto de células, que se desenvolvem com o passar do tempo dando origem às tantas formas que conhecemos. Assim, surgiu uma nova indagação: em que momento acontecem mudanças na forma dos organismos? Ao comparar embriões de diferentes vertebrados, cientistas perceberam que, em determinado período do desenvolvimento, todas as formas corpóreas são muito parecidas.

 

   Mas então, como ao final, há tanta diferença entre eles? Quando é possível saber se um pequeno embrião, ao final do desenvolvimento, será um elefante ou uma galinha? Foi assim que surgiu uma nova vertente nos estudos de evolução: a EVO-DEVO, simpática sigla para Evolução do Desenvolvimento. Essa área integra biologia do desenvolvimento, genética e evolução, e estuda a evolução das formas biológicas com base em diferentes genes que são expressos durante o desenvolvimento. O conhecimento gerado por meio de estudos em EVO-DEVO têm contribuído muito para uma melhor compreensão de questões como ancestralidade, semelhanças entre as espécies e novidades evolutivas. Agora que a EVO-DEVO já foi apresentada a você, leitor, este texto será finalizado como se fosse um pequeno embrião no início de seu desenvolvimento, quando ainda não é possível distinguir com clareza qual animal aquele embriãozinho é

Ilustração por Gabriel Ferreira

Leitura recomendada   por texto

Livro: Infinitas formas de grande beleza